Tarte de legumes

Uma das primeiras receitas que aprendi a fazer quando era pequena foram ovos mexidos e batatas fritas. Ainda me lembro de ter 7 ou 8 anos e a minha professora me pedir para explicar às minhas colegas de escola como se fazia.
A outra receita que me lembro de ter aprendido muito cedo, foi de quiches, ou tartes salgadas. Para mim, é das melhores entradas ou mesmo refeição ligeira que existe. Adoro comer uma fatia de quiche com salada. 
Hoje resolvi ensinar-vos a fazer uma simples tarte de legumes.
Costumava fazer a massa quebrada ou mesmo folhada à mão até ter descoberto as massas pré-confeccionadas que se vendem no supermercado e que são muito boas.Nesta receita usei uma massa folhada, que se compra no LIDL, que eu acho óptima e é rectangular, para usar nesta forma lindíssima que eu tenho.

Ingredientes:

1 embalagem de massa folhada ou quebrada
Azeite q.b.
1 dente de alho
1 courgette 
1/2 pimento vermelho
1 alho francês
1 embalagem de cogumelos laminados frescos
2 pacotes de natas
4 ovos
1 colher de sobremesa de molho inglês
sal e pimenta q.b.
1 embalagem de mozzarella ralada

Aquecer o forno a 200º
Pincelar a tarteira com manteiga derretida ou usar um desmoldante em spray
Colocar a massa, pressionando bem de lado, para ficar com a forma da tarteira. Com a parte de trás de uma faca, retirar o excesso de massa.
Picar o fundo da tarteira com um garfo ou um picador de massa.
Cortar a courgette e o pimento em cubinhos pequeninos e o alho francês em rodelas. Numa sertã aquecer azeite com 1 dente de alho. Assim que o alho estiver alourado, retira-lo e juntar os legumes. Deixar cozinhar em lume médio.
Quando estiverem quase cozidos, juntar os cogumelos e finalizar a cozedura.
Deixar arrefecer. Quando estiverem frios, deitar na tarteira e cobrir com o creme, que se obtém misturando com a varinha mágica, os ovos e as natas e temperando com o molho inglês, sal e pimenta. Cobrir com o queijo ralado e levar ao forno até estar loirinho ( cerca de 20/30 minutos ). Bom apetite!







14 comentários:

  1. Olá Luísa! Acabei de chegar e já levo na algibeira algumas sugestões. Adorei a tarte de legumes.

    Aproveito para a convidar a participar no desafio do Flor de Sal (com direito a cabaz de prémios): QUEM TEM A MELHOR RECEITA COM BATATA PALHA "A SALOINHA"?

    ResponderEliminar
  2. Esta tarte tem uma aspecto delicioso! Adoro fazer tartes deste género.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia destes faço um passatempo de quiches

      Eliminar
  3. Também gosto muito de tartes e quiches e acho que são super práticas, especialmente se temos convidados. Normalmente faço a massa pois a minha sogra passou-me uma receita que permite estender a massa directamente na tarteira, antes de ir ao frio. Ou seja, é perfeita :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ondina, podia ser um amorzinho e partilhava essa receita :)

      Eliminar
  4. Adoro! Quiche e salada é a combinação perfeita! :)

    http://ritaoclock.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Adoro quiches e tartes salgadas :)
    A forma é mesmo linda, tenha uma mais estreita e ficam lindas as tartes.
    As minhas primeiras memórias culinárias são mais doces, bolo de iogurte, pão-de-ló e arroz doce :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sempre fui mais de salgados até ter feito o Curso de Pastelaria. Depois fiquei apaixonada pelas coisas doces. São mais trabalhosas, mas adoro

      Eliminar
  6. Deve ser excelente esta quiche. É um prato que os meus filhos adoram. Costumo fazer nas festinhas de anos.
    A minha primeira memória culinária é o bolo de bolacha que a minha mãe fazia sempre no meu aniversário. Fiz um aninho com ele na minha frente e uma velinha, e o leite creme nas tardes de fim de semana! Que belas recordações.
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) O bolo de bolacha e café? É uma das minhas sobremesas favoritas

      Eliminar
  7. Que boa receita... também adoro tartes e até costumo fazer individuais para levar para o trabalho... estas com legumes vou experimentar..
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O bom destas tartes é que, praticamente, podemos colocar qualquer recheio que gostemos

      Eliminar